Cesto vazio

 

Desde os primeiros momentos com os nossos filhos até a sua maioridade, os pais se preocupam ao máximo para proporcionar sempre o melhor para eles. Melhores roupas, escolas, amigos, e isso não é segredo para ninguém. Educar uma criança é uma tarefa muito difícil. Requer paciência e dedicação dos pais, principalmente para ensinar valores importantes para o futuro dos pequenos, como amor próprio, autocontrole, respeito ao próximo e honestidade. E isto não acontece da noite para o dia, é necessário trabalho duro na criação dos nossos filhos para que no futuro eles possam se tornar exemplos para as próximas gerações, e nós da Brinqueduque listamos aqui alguns dos valores de maior importância a serem trabalhados ao longo da vida dos nossos filhos:

Autocontrole

É a capacidade de controlar racionalmente, as reações ligadas a emoções, afetos e sentimentos. É por meio dele que a criança descobre seus limites, seleciona prioridades e traça suas metas e seus objetivos.

Honestidade

Não há uma definição única para a honestidade. É um valor ético, fundamental para o convívio social. Ensinar à criança o que é honestidade leva tempo e depende de suas próprias atitudes, exemplos e conversas.

Responsabilidade

Trata-se de ensinar às crianças que tudo o que se faz tem consequências positivas ou negativas e que os filhos sempre devem assumir a responsabilidade das suas ações. Além disso, este valor está ligado ao compromisso com determinadas tarefas e obrigações.

Humildade

Enxergue o gari e o diretor da escola como seus iguais e respeite-os. Ouça críticas de coração aberto. Admita quando estiver errado e não sinta vergonha de pedir desculpas. Errar é humano! E aprender com os erros é uma das maiores bênçãos de vida.

Tolerância às diferenças

Mostre que beleza do mundo está nessas diferenças e seja exemplo, não falando mal das pessoas na frente dos filhos, pois é natural que o diferente pegue a criança de surpresa.

Empatia

Empatia é a habilidade de imaginar e entender como outra pessoa está se sentindo em uma determinada situação, e responder com cuidado e carinho. Desenvolver empatia ajuda a criança não só a compreender os sentimentos dos outros, mas também os seus próprios, e contribui para o aprendizado de como lidar com eles.

Comprometimento

Trata-se de um valor que também deve ser ensinado para garantir que nossas crianças cresçam e se tornem adultos maduros e responsáveis. Esta virtude vai ajudar com que elas se comprometam sempre na vida, seja com os estudos, com o trabalho ou com os relacionamentos. É fundamental ensiná-las a importância de dar a sua palavra e cumprir sempre o que prometemos.

Estes foram alguns dos valores mais importantes que podemos ensinar para os nossos filhos, lembrando que não são os únicos, para que no futuro eles sejam adultos responsáveis e que possam transmitir estes ensinamentos para as próximas gerações. Nós da Brinqueduque esperamos que este artigo tenha os ajudado, até a próxima!

Alimentação infantil é um assunto muito delicado e que costuma gerar algumas dúvidas nos pais. Desde o fim do período de aleitamento materno (6 meses de idade), até a sua adolescência é necessário e recomendável a participação dos pais na escolha dos alimentos que são introduzidos às refeições dos filhos, e um assunto que sempre causa polêmica é a adição de doces e refrigerantes à dieta deles. Através de dados levantados pela American Heart Association (AHA), foi apontado que o consumo de açúcar para crianças à partir dos 2 anos de idade é de apenas 25g por dia e a sua introdução foi fortemente contraindicada para os menores de 2 anos. Porém, segundo levantamentos feitos pela OMS no ano de 2015, o consumo médio de açúcar sugerido foi de 50g por dia e ainda afirmam que a quantia diária trazida pela AHA pode sim, gerar benefícios maiores à saúde de todos sem particularizar faixa etária.

Mas afinal, devemos ou não permitir o consumo desses produtos? Primeiramente devemos entender que dificilmente encontraremos uma criança que rejeite esses alimentos, mas balas, pirulitos e bolos devem ficar de fora da alimentação dos menores, pois, toda criança de até dois anos tem o paladar com o sabor doce, quando introduzimos alimentos muito mais doces do que o leite, por exemplo, estamos fazendo com que a criança eleve o nível de açúcar em seu paladar e assim, estaremos induzindo esta criança a buscar alimentos cada vez mais doces.

A recomendação para o consumo de refrigerante não é diferente: também é preciso evitá-lo ao máximo, pois trata-se de alimento hipercalórico, viciante e que não contém nutriente algum. Além de possuir alto teor de cafeína, açúcar e aditivos químicos que a longo prazo podem causar uma lesão de mucosa estomacal e irritabilidade intestinal. O equilíbrio é o segredo neste e em tantos outros casos. Sem exagerar, nem para um lado e nem para o outro. Pode ser uma árdua tarefa privar uma criança maior de 1 ano de um brigadeiro ou outro doce em uma festinha, mas não a prive. São estas poucas exceções que tornam a infância um pouco mais doce; desde que a esta exceção não vire uma regra.

A substituição deste tipo de alimentos por aqueles mais saudáveis é sempre uma opção, se possível com o mínimo de açúcar para evitar problemas como hipertensão, diabetes e obesidade, que vêm afetando a tantos brasileiros nos últimos anos. Opte por alimentos como frutas frescas, folhas verdes, abóbora, beterraba, quiabo, mamão, cenoura e tomate. E lembre-se: consulte sempre o médico para melhores orientações.

Até a próxima!

A Copa vem aí, essa época onde muitos adultos ficam vidrados acompanhando a seleção brasileira na maior competição de futebol que existe. Mas, quem também se diverte neste período são as crianças, principalmente com o início das férias escolares. Por isso, o trabalho para entretê-los acaba dobrando, e a Brinqueduque separou algumas atividades que vão te ajudar a divertir os pequenos com a temática do evento do momento. Quem não gosta de se fantasiar? Ainda mais para acompanhar os jogos do Brasil, é costumeiro vermos adultos usando perucas, roupas em verde e amarelo, alguns acessórios também… E você pode incentivar seu filho a entrar no clima, além destas roupas e acessórios característicos, uma grande forma de incluir nossos pequenos é a pintura de rosto, pode ser das mais simples, como algumas listras verde/amarelas nas bochechas, até as mais elaboradas. Confeccionar bandeirinhas e confetes também é uma ideia interessante, aliás, a decoração toda pode ser feita com a ajuda das crianças. Você também pode motivá-lo a cozinhar ou preparar os aperitivos para a sua família comer enquanto assiste aos jogos. Outra boa opção, é elaborar algumas brincadeiras para seus filhos, e elas podem ser diversas. Você pode levá-los ao parque, ou à uma daquelas quadras de futebol que existem nas praças, e jogar bola com eles, seja o goleiro da brincadeira e faça um desafio, aquele que fizer mais gols ganha um prêmio. Para aqueles mais saudosistas, existe o jogo de botão. Dá para comprar em lojas de 1 real e é uma atividade muito prazerosa.

Há inúmeras atividades a se fazer ao ar livre, mas não podemos nos esquecer das brincadeiras que podemos fazer dentro de casa. E a quantidade não é pouca. Aqui vai uma lista para garantir a diversão:

Mímica

Divida as crianças em 2 grupos para deixar a brincadeira ainda mais divertida. Em seguida, escreva os nomes dos 32 países que participam da Copa do Mundo em pequenos pedaços de papel. Intercalando as equipes, uma das crianças sorteia um país e ela terá cerca de 2 minutos para fazer as mímicas, enquanto os outros integrantes do seu grupo tentam adivinhar o país sorteado.

Cite os países

Escreva todas as letras do alfabeto em pequenos pedaços de papel e deixe para que a criança sortear um deles. A letra que sair no sorteio será aquela que a criança deverá falar o nome de um país. Se ela não souber pode pagar uma prenda. A brincadeira ajuda nas lições de geografia.

Onde fica?

Você irá precisar da ajuda de um mapa-múndi. Disponha o mapa onde todos possam ver, pode ser pendurado na parede, em uma mesa grande e até mesmo no chão. Em seguida você escolhe um país participante da Copa do Mundo para a primeira criança, e ela precisará apontar onde está localizado o país escolhido por você e quem acertar ganha um ponto. O vencedor é aquele que acertar o maior número de países.

Jogo da memória

Escreva em pares, os nomes dos países participantes em pedaços de papel. Peça para alguma das crianças embaralhar os papéis e depois distribua-os pelo chão com os nomes virados para baixo. Cada criança deverá escolher 2 papéis, levantando um de cada vez, e caso ela faça o par, ela continua até errar, o próximo repete até que todos os pares sejam encontrados. Ganha aquele que conseguir o maior número de pares.

Esperamos ter ajudado, boa Copa a todos e até a próxima!

Olá meus ”cumpádis” e ”cumádis”, tudo bão? Chegou a hora de celebrar uma das maiores tradições brasileiras, que mistura em sua história alguns costumes e folclore de cada região do país. Vocês sabiam que a festa junina foi trazida para o Brasil pelos portugueses durante época da colonização? Isso mesmo, ela foi trazida no comecinho do século XVII e é comemorada até os dias de hoje. A festa junina é um evento onde vamos encontrar a família, os amigos e pessoas de todo o bairro,  além de ser uma época muito interessante para as crianças. Toda a tradição das quermesses, com suas as brincadeiras e eventos musicais, tudo é muito divertido. E hoje, trouxemos algumas opções de brincadeiras para se fazer nesta época.

Corrida com os pés amarrados

Ela consiste em amarrar dois participantes pelo tornozelo com uma fita ou corda. Em seguida, a dupla deve percorrer o trajeto: da linha de partida até a linha de chegada, previamente estipulado e ganha a dupla que cruzar a linha de chegada primeiro.

Pescaria

11 entre 10 pessoas já se divertiram alguma vez nessa brincadeira. Seus pequenos vão adorar. Porém, esta atividade requererá algum esforço maior, você precisará de materiais como peixinhos feitos de EVA, clipes de papel, varetas, ímãs pequenos, linha e também, uma bacia com areia. Os ímãs devem ser colados nos peixinhos de EVA. Em seguida, enterre-os na areia. As linhas devem ser amarradas nas varetas por uma ponta e na outra virão os clipes, simulando um anzol. Quando as crianças começarem o jogo, simulando uma pescaria, os ímãs atraem os clipes.

Corrida do saco

Para a corrida você precisará de alguns sacos grandes, podem ser de estopa, mas que precisam ser bem resistentes. Cada criança deverá entrar em um deles na hora da corrida e segurá-los na altura da cintura, e assim que o sinal de partida é dado, elas devem ir saltando até a linha de chegada, ganha aquele que cruzar esta linha primeiro.

Ah não podemos esquecer das comidas, esta época é marcada pela culinária característica, então aqui vai um bônus, algumas opções de comidas e aperitivos que você pode preparar para seus filhos:

  • Pipocas;
  • Doces de abóbora;
  • Bolo de fubá;
  • Curau/pamonha;
  • Tortas;
  • Arroz doce.

Esperamos ter ajudado você com estas dicas sobre as festas juninas.

As tarefas de casa é uma responsabilidade geral, todo mundo pode contribuir para construir a família essas tarefas também estão inclusas nesses cuidados. Quando se percebe a participação de cada membro da família, podemos notar também um ambiente de maior união. E cada integrante do grupo, por mais jovem que seja, pode dar sua pequena contribuição para ajudar nas tarefas que diariamente precisam ser realizadas em casa. Isso, além de estreitar os laços familiares também pode servir de incentivo ao desenvolvimento dos nossos filhos, pois, designá-los para a realização de algumas tarefas, coloca sobre eles uma responsabilidade.  Mas não uma questão apenas de trabalhar em equipe e promover uma convivência saudável. A realização dos afazeres domésticos ensina as crianças a valorizar o esforço que os familiares fazem por elas, exercitam assim a responsabilidade, vontade, a disciplina, a solidariedade e o sentido de pertencimento, por fazer com que se sintam membros ativos da família. Parte dessas lições serão determinantes para formar uma personalidade autônoma, baseada no esforço e na capacidade de agirem por si mesmos.

E apesar de todo o cuidado que as mães têm com seus pequenos, eventualmente chega a hora em que eles começam a ser menos dependentes e demonstram interesse em fazer coisas por conta própria né? Então você pode atribuir essas pequenas responsabilidades para seus filhos, distribuindo tarefas para que ele demonstre essa independência, mas lembre-se de sempre estar por perto para supervisioná-lo durante a execução das mesmas. Cada tarefa tem sua importância, você pode iniciar com tarefas básicas, como por exemplo, incentivando seus filhos a guardar seus brinquedos, organizar o próprio quarto ou recolher a roupa suja.  instruí-los a colocar a mesa, por exemplo, tanto talheres quanto pratos e copos. Outra opção também é pedir a ajuda deles na hora de preparar alguma refeição ou lanche, acompanhando-o sempre de perto. É importante que os pais mostrem a seus filhos como se realiza cada uma destas atividades, pois as crianças precisam saber com exatidão o que se espera delas. Recomendamos que vocês os ensinem uma tarefa de cada vez, para não deixá-las confusas, sobretudo quando são pequenas.

Esperamos ter ajudado vocês, até a próxima!

Se tem algum evento que as crianças costumam lembrar por muito tempo, é a festa do pijama. E existe maneira melhor para deixar a criançada super feliz e animada do que reunir todo mundo em uma festa? Acreditamos que não. A ideia é de que esse seja um encontro repleto de atividades e brincadeiras para celebrar um aniversário, juntar os amigos do seu filho nas férias, ou simplesmente promover o convívio dos pequenos. Além de ser um evento em que não são necessárias decorações extravagantes ou outros enfeites, pois a maior diversão é aproveitar esse tempo com os amigos brincando e se divertindo com todos eles.

Nós da Brinqueduque trouxemos aqui algumas dicas de como fazer a melhor festa do pijama para o seu filho:

Combine com os outros pais

Primeiramente, é necessário o consenso dos pais de todos os amigos que vão participar, pegue o contatos deles para passar demais informações, como sobre os horários ou algum tipo de alergia. Assim fica mais fácil a comunicação em qualquer situação que venha acontecer.

Convites

É importante que nele contenha a data do evento, o endereço e os horários de início e término da festa. Não se esqueça de deixar seus telefones de contato e especificar se as crianças precisam levar alguma coisa.

Atenção ao espaço

Pense com cuidado quanto ao número de convidados, para que não tenha problemas com falta de espaço, ou problemas quanto à segurança dos pequenos.

Atividades

Disponibilize um cesto cheio de jogos de tabuleiro para momentos mais tranquilos, aliás, os filmes são uma boa pedida para o final da festa, para acalmar as crianças antes de dormir. Mas é inevitável que aconteça alguma guerra de almofadas.

Alimentação

Como é uma “celebração”, as crianças vão querer algum lanche rápido e prático, como pizza, sanduíches com batatas fritas, chocolate quente, pipocas, bolachas, e até bolo de aniversário são algumas boas sugestões para saciar o apetite. Um jantar servido um pouco mais cedo, também é uma opção.

 

Lembrando que,  se as crianças forem muito pequenas, o mais correto é a supervisão constante – combine com outros adultos, que até podem ser pais das crianças convidadas, para revezar se possível. As crianças mais velhas já se entretêm melhor e vão adorar serem “independentes” por uma noite, porém recomendamos que eventualmente você vá dar uma olhada em como as coisas estão indo.

Boa festa e até a próxima!

O outono chegou, e esta é a melhor época do ano para fazer algumas atividades com as crianças. Com temperaturas mais amenas, as atividades ao ar livre são ótimas opções de lazer e sempre muito agradáveis. Esta também é a época em que as folhas das árvores ganham novas colorações, e com isso, surgem muitas ideias do que fazer para curtir um tempo de qualidade com os nossos filhos.

Separamos essa semana, algumas atividades que você pode fazer para passar um tempo com seu filho nesta época do ano:

Piquenique no parque

O outono é uma época do ano em que a temperatura e a pouca chuva propiciam passeios ao parque, acompanhados por um delicioso piquenique, que pode ser feito com lanches saudáveis e frutas da época como a maçã, banana, goiaba, tangerina, entre outras. Junte a criançada e divirtam-se.

Colagem de folhas

Que tal um painel bem divertido e que pode ser construído com a participação de todos da casa? Recolha folhinhas secas, grãos e sementinhas. Você pode separar também, um pedaço grande de cartolina ou papel craft, cola, tesoura (sem ponta) e giz de cera. Faça uma colagem bem bonita. Vale escrever e completar com desenhos! Escolha um local da casa e fixe o cartaz por um tempo.

Festa do pijama

Uma boa dica também, é convidar alguns amiguinhos do seu filho para passar a noite em sua casa, com uma festa do pijama. Com isso, ele será capaz de estreitar os laços de amizade com as outras crianças. Devemos lembrar que é recomendável que sempre haja um adulto responsável supervisionando as atividades da festa.

Noite do cinema

Assistir filmes com a família e amigos é sempre uma ótima opção de lazer. Você pode organizar com amigos dos seus filhos, ou com a própria família, fazer bastante pipoca, colocar colchões no chão da sala para curtir melhor a experiência.

Cozinhar

Incentivar nossos filhos a ajudar com as refeições, sempre foi uma alternativa muito válida. Muitas crianças adoram ajudar os pais na cozinha e você pode incentivá-lo dando opções para a refeição que ele pode fazer, sejam lanches rápidos, refeições um pouco mais elaboradas… eles sempre adoram ajudar.

Espero que tenhamos te ajudado com estas alternativas de atividades para o Outono, até a próxima!

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *